Bacilo diftérico – Corynebacterium diphtheriae – PESQUISA

7 mar 2012 B, Exames

Comentários

Corynebacterium diphtheriae é o agente da difteria. Nos seres humanos, o C. diphtheriae pode se alojar no trato respiratório superior ou na pele. A difteria apresenta tempo de incubação de dois a quatro dias e manifesta-se com febre, odinofagia e tosse, seguindo-se da formação de pseudomembrana característica e linfonodomegalia cervical.

Pode evoluir com complicações, tais como miocardite e paralisia de nervos cranianos. A pesquisa fornece diagnóstico presuntivo de difteria.

Método

Microscopia – Coloração pelo Albert Laybourn e Gram.

Condição

Secreção de orofaringe, nasofaringe, lesões cutâneas ou outros materiais especificados pelo clínico.

Fazer 04 esfregaços em lâminas limpas e desengorduradas. Deixar secar ao ar. As amostras de secreção colhidas em lâminas devem ser enviadas em esfregaço dentro de frasco de citologia seco.

Swab de orofaringe: recomendado para pesquisa de portadores assintomáticos, nos exames de convalescentes e contactantes.

Pseudomembrana: levantá-la sem removê-la e colher o material por baixo. Fazer também esfregaços em lâminas (no mínimo dois). Não é aconselhável remover a pseudomembrana.

Informações necessárias

Informar medicamentos em uso.

CULTURA

Comentário

A cultura confirma o achado da bacterioscopia através do cultivo do microrganismo em meios específicos. Não procedemos à confirmação diagnóstica através da pesquisa de toxina.

Método

Semeadura em meios específicos, seguida de identificação presuntiva.

Condição

Secreção de orofaringe, nasofaringe e lesões cutâneas – raramente outras amostras.

Swab de orofaringe: recomendado para pesquisa de portadores assintomáticos, nos exames de convalescentes e contactantes.

Pseudomembrana: levantá-la sem removê-la e colher o material por baixo. Fazer também esfregaços em lâminas (no mínimo dois). Não é aconselhável remover a pseudomembrana.

Secreção da Nasofaringe (procedimento médico): colocar luvas e máscara facial protetora. Passar um swab dobrado na ponta (swab metálico) por trás da úvula, acima da orofaringe ou introduzir um swab flexível suave e profundamente pelo nariz, alcançando a nasofaringe. Girar o swab delicadamente para absorção do material.

Search

+