C-telopeptídeo – CTX

11 mar 2012 C, Exames

Comentários

É um produto da degradação do colágeno, marcador da reabsorção óssea. O colágeno tipo I é sintetizado a partir de seu precursor (pró-colágeno tipo I) que contém extensões N e C-terminais. Após um processo complexo, o pró-colágeno é convertido a colágeno pela remoção enzimática dos N- e C-pró-peptídeos. Estes fragmentos são denominados telopeptídeos. Níveis elevados são encontrados em crianças, pacientes com osteoporose, osteomalácia, steodistrofia renal, em uso de corticóide, doença de Paget, hiperparatireoidismo e hipertireoidismo. É útil para monitorização da resposta ao tratamento. Bifosfonatos e estrógenos reduzem os níveis de telopeptídeos, após 3 meses de terapia adequada, em 30% a 40%. Níveis estão diminuídos em indivíduos com hipoparatireoidismo. Pico de excreção ocorre entre 05 e 08h, refletindo um aumento do turnover ósseo pela noite, com níveis mais baixos entre 14 e 23 horas.

Método

Eletroquimioluminescência

Condição

0,7mL de soro ou plasma (EDTA).

Deixe um comentário

Search

+