Hemoglobina, eletroforese de

18 mar 2012 Exames, H

ANÁLISE DE HEMOGLOBINA POR HPLC

Comentários

A análise das hemoglobinas constitui importante método diagnóstico para estudo das anemias hemolíticas e talassemias. A principal hemoglobina (Hb) dos adultos é a HbA, com pequenas quantidades de HbA2 e HbF. A HbF predomina, ao nascimento, com seus níveis, decrescendo até os 6 meses de idade. São conhecidas, aproximadamente, 400 hemoglobinas variantes. As anormalidades da síntese da hemoglobina são divididas em 3 grupos: 1) produção de molécula anormal (ex: drepanocitose); 2) redução na quantidade de proteína normal (ex: talassemia); 3) anormalidade de desenvolvimento (ex: persistência de hemoglobina fetal). O método HPLC (Cromatografia Líquida de Alta Performance) é reprodutível e preciso para determinação de hemoglobinas variantes.

Permite a quantificação precisa da HbA2, sendo importante para diagnóstico do traço talassêmico. Ao contrário da eletroforese em gel de agarose, em pH alcalino, a HPLC permite diferenciações, como por exemplo, entre HbA2 e HbC, entre HbS e HbD, e entre HbG e Hb Lepore. Acrescenta-se, que por meio da HPLC um grande número de Hb anômalas, antes desconhecidas, foram especificadas, uma vez que migravam em áreas comuns à eletroforese.

Método

Cromatografia Líquida de Alta Performance – HPLC

Condição

5,0mL de sangue total (EDTA).

ELETROFORESE DE HEMOGLOBINA EM pH ÁCIDO

Comentários

A metodologia de eletroforese de Hb em pH ácido é usada para confirmação ou diferenciação de algumas frações de hemoglobinas encontradas na eletroforese em pH alcalino, que migram na mesma posição. A eletroforese em pH ácido separa Hb S da Hb D e G, e separa Hb C da Hb O-Arab e E.

Veja também Teste de solubilidade, Teste de desnaturação (ao calor e pelo isopropanol), Teste de Kleihauer, Dosagem de HbA2 e HbF.

Método

Ágar citrato pH 6,2

Condição

1,0mL de sangue total (EDTA).

Deixe um comentário

Search

+