HTLV I e II, sorologia

20 mar 2012 Exames, H

Comentários

O vírus HTLV está associado a leucemias e desordem neurológica crônica (paralisia espástica tropical). Sua triagem em bancos de sangue é obrigatória devido sua transmissão parenteral. Cerca de 20% dos infectados desenvolvem quadros neurológicos ou leucemia após 20 anos de infecção. Métodos imunoenzimáticos são utilizados como testes de triagem. Falso”positivos podem decorrer de anticorpos anti”HLA e sucessivos congelamentos e descongelamentos das amostras. A confirmação diagnóstica deve ser realizada com o PCR para HTLV.

Método – sangue

Imunoensaio enzimático

Condição

0,3mL de soro ou plasma (heparina, citrato ou EDTA).

Jejum Obrigatório 8h.

Método – líquor

Aglutinação

Condição

0,3mL de liquor.

A pesquisa de anticorpos no líquor, deve ser realizado em paralelo com o soro, devido a possibilidade de contaminação do material durante a punção.

Deixe um comentário

Search

+