Líquor, rotina

25 mar 2012 Exames, L

  Equivale às seguintes análises

Caracteres físicos (cor/aspecto/pH/densidade): o líquor perde sua transparência nos processos que aumentam  as proteínas, nos sangramentos e na hiperbilirrubinemia.

 Citometria e citologia: aumento da contagem de células é encontrado nas hemorragias, infecções e inflamações  do sistema nervoso central. Predomínio de polimorfonucleares ocorre nas meningites infecciosas. Predomínio de  linfócitos ocorre na meningite por treponema e fungos, neurotoxoplasmose, neurocisticercose, neoplasias,  sarcoidose e esclerose múltipla.

 Cloretos: encontram-se diminuídos na meningite tuberculosa.

 Glicose: níveis elevados podem ser encontrados na hiperglicemia plasmática. Hipoglicorraquia ocorre na  hipoglicemia plasmática, meningites e hemorragia subaracnóidea. Razão glicose líquor/sangue abaixo de 0,4 tem  sensibilidade de 85% e especificidade de 96% no diagnóstico da meningite bacteriana. Sua determinação deve ser  feita em paralelo com a dosagem sérica.

Globulina: o Teste de Pandy é uma prova semiquantitativa onde o fenol reage principalmente com as globulinas.  Em infecções crônicas como sífilis terciária e na esclerose múltipla a elevação de globulinas torna o teste de Pandy  positivo. Contaminação do líquor com sangue pode acarretar falso-positivo.

Proteínas: níveis elevados ocorrem na hemorragia subaracnóidea, meningites, uremia e síndrome de Cushing. Valores baixos ocorrem no pseudotumor cerebral, hipertireoidismo e punções lombares repetidas. A presença de sangue no líquor acarreta no aumento da proteínorraquia (1 mg/dl para cada 1.000 hemácias).

VDRL: resultados positivos no líquor são encontrados em 50% a 60% dos casos de neurosífilis, com especificidade em torno de 99%. Após tratamento, títulos caem entre 3 e 6 meses, podendo demorar anos para se negativarem. Linfocitose e aumento das proteínas são evidências de neurosífilis ativa.

Veja também Ácido lático.

Volume mínimo

Citometria e citologia: 0,5 mL.

Cor, aspecto, pH, densidade, glicose, cloretos, globulina, proteínas: 0,5mL.

VDRL: 0,3mL.

Deixe um comentário

Search

+